Revista Impressos Quero ser Sócio Área Pessoal Galeria Biblioteca Pesquisa Newsletter

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
 

Página Inicial > Eventos Temáticos >

imprimir
À conversa com… Rui Vieira
Alguém que gosta de números e letras.

Quando convidámos o Rui Vieira para uma conversa, impôs de imediato uma condição: «Não vamos misturar as coisas. Não gostava que me fossem feitas perguntas sobre o Banco. Gosto de distinguir as águas.»

Naturalmente percebemos aquilo que o Rui nos quis transmitir, e obviamente respeitámos.

Embora estejamos a falar de um colega com quem convivemos todos os dias, é devido à sua actividade exterior ao Banco BPI que lhe estamos a lançar este desafio para uma conversa.

Curiosamente, embora não goste de misturar as coisas, estamos a falar de alguém que mistura, com uma mestria desmedida, números e letras.

Senão, vejamos:
É licenciado em Engenharia Mecânica, tem um MBA em Gestão Internacional, mas preenche grande parte do seu tempo livre à volta das letras.

A dança das palavras escritas começou em 2005 com um romance a que decidiu dar o nome de Guardador de Almas.

Depois disso, seguiram-se: A Eternidade Noutra Noite; Vozes no Escuro; Os Cavalos de Santiago; No Labirinto do Centauro. Mais recentemente escreveu O Último Rosto de Caravaggio, tem vários textos e contos espalhados por antologias, revistas e jornais.

Leia a entrevista na integra, em anexo.

Por Rui Duque, 12-08-2021



Anexos:

Entrevista a Rui Vieira




Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos