Revista Impressos Quero ser Sócio Área Pessoal Galeria Biblioteca Pesquisa Newsletter

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
 

Página Inicial > Desportivo >

imprimir
No Aniversário do KIP
Os parabéns foram para o Grupo Desportivo

A equipa de Karting do Grupo Desportivo marcou presença em mais uma prova de resistência, desta vez nas 10 horas de Palmela no âmbito dos festejos do 16º aniversário do KIP.

Fruto das excelentes condições do complexo que integra o kartódromo, bem como da proximidade do mesmo a Lisboa, era expectável casa cheia com muitas equipas de renome no panorama do Karting amador Nacional presentes.

As previsões meteorológicas não eram famosas e pairava no ar, literalmente, a forte possibilidade de chuva intensa o que iria tornar a prova bem mais exigente quer a nível físico quer a nível psicológico devido a uma maior necessidade de concentração e menor “tolerância” a erros.

Consequência das fortes chuvas que caíram durante a noite, grande parte dos treinos de qualificação decorreu com a pista ainda húmida e a equipa do Grupo Desportivo não conseguiu melhor do que o 19º posto à partida para a corrida.

Nos últimos minutos de treinos, e com a pista a secar, os tempos caíram abruptamente mas os pilotos do Grupo Desportivo já não foram a tempo de aproveitar a melhoria das condições e melhorar a posição na grelha de partida.

Com a táctica de corrida definida, às 12.00h em ponto iniciou-se mais uma maratona de karting, esta com a duração de 10 horas, aproximadamente 500 voltas ao traçado de Palmela.

O objectivo para o Grupo Desportivo era claro: manter a estabilidade dos resultados obtidos nas últimas provas de resistência e quem sabe, dar um ar da sua graça surpreendendo algumas das equipas de renome que ajudaram a compor o pelotão.

Os primeiros turnos de condução foram positivos com alguns lugares recuperados mas, inesperadamente e com apenas 2 horas de prova, saiu uma penalização para o Grupo Desportivo aquando da pesagem de piloto na mudança de turno. A decisão era clara e dura, 2 voltas retiradas e a queda para a 21ª posição.

Foi um duro golpe nas aspirações da equipa, principalmente pelo facto de já não haver memória da última penalização imposta em corridas de resistência para o Grupo Desportivo, mas a adversidade das circunstâncias rapidamente se tornou numa forte motivação!

Os pilotos do Grupo Desportivo iniciaram então uma recuperação que se pode considerar histórica e merecedora de destaque nos resultados finais da prova. Nada mais do que 14 lugares ganhos com todos os pilotos a conseguirem turnos isentos de erros e com voltas muito rápidas e sempre perto dos melhores tempos.

A chuva ainda ameaçou por várias vezes mas nunca o suficiente para molhar a pista e assim o ritmo manteve-se forte, sempre no limite, tal como tinha de ser para uma recuperação que se impunha como obrigatória.

A posição do Grupo Desportivo na tabela foi subindo, turno após turno, e no seio da equipa era claro que se podia fazer algo de muito positivo e ficar na história da prova como um dos melhores desempenhos em pista!

No final, um 7º lugar com sabor, no mínimo, a pódio! Considerando a árdua tarefa da equipa em termos de recuperação de posições, o Grupo Desportivo foi a 2ª melhor equipa em pista!

Desde a partida foram 12 lugares ganhos, 14 se considerarmos o 21º lugar em que o Grupo Desportivo “caiu” depois da penalização imposta, e a 4ª melhor volta da corrida o que prova que um lugar no top 5 era possível e justo!

Por fim um agradecimento especial ao Grupo Desportivo pela participação com a equipa nesta prova.

Por Pedro Santos, 8-10-2013




Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos