Revista Impressos Quero ser Sócio Área Pessoal Galeria Biblioteca Pesquisa Newsletter

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
 

Página Inicial > Desportivo >

imprimir
Mega passeio, muita lama
Com maior ou menor cansaço todos chegaram ao fim

Este foi um passeio onde se bateram recordes, vejamos, foram 20 os participantes no passeio, fazendo deste o passeio mais participado de todos, cada participante pedalou mais de 60 km, o que faz deste o passeio mais longo de 2013, foi, com toda a certeza, o passeio com mais lama e poças de água que já fizemos, e no final, bateram-se recordes no consumo de peixe grelhado.

Mesmo com algum receio da chuva, os participantes partiram pontualmente para o passeio às 8.00h, desconhecendo no entanto o acordo efectuado entre o Grupo Desportivo e S.Pedro, garantindo assim um passeio sem chuva.

Apesar de a chuva não nos ter feito companhia, a chuva caída no dia anterior teve como consequência a existência de muita lama e água em alguns dos estradões pelos quais passámos.

Os primeiros quilómetros do passeio ficaram marcados pela queda de dois dos participantes, felizmente sem consequências físicas ou mecânicas.

Além da lama e água presente nos estradões, uma das zonas que ficou na memória de todos, por diferentes razões, foi um percurso em areia na zona da Aroeira , que para uns foi espectacular enquanto para outros terá sido pouco apelativo por via do esforço e técnica necessário para ultrapassar o longo troço de areia.

Apesar de o percurso ter sido bastante rolante e com subidas pouco acentuadas, a meio do percurso o cansaço entre alguns dos participantes começava a ser evidente. Situação que obrigou a uma ligeira redução da distância do passeio em cerca de 5 quilómetros.

Após uma paragem para reabastecer, prosseguimos em direcção a Setúbal e ao almoço que estava marcado para as 14.00h, provavelmente com a ideia de chegar mais rápido um dos participantes resolveu inventar um novo percurso, o que obrigou á paragem de todo o grupo, para aguardar a chegada do “fugitivo”.

No final do percurso aguardava-nos uma subida, em estrada, que para os menos preparados foi efectuada com grande sofrimento, no entanto e com a entreajuda de outros participantes, todos chegámos a Setúbal, ligeiramente antes da hora prevista, já que a chegada à cidade de Bocage deu-se por volta das 13.40h.

Depois foi só arrumar as máquinas, tirar alguma da lama da cara, e desfrutar de um magnífico rodizio de peixe.

Ficou a vontade de repetir o passeio e o repasto em tempo mais primaveril.

Por Carlos Morais 4-03-2013




Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos