Pesquisa

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
9
0
7
 

Página Inicial > Desportivo >

imprimir
Cinco jogos e quatro vitórias
Vencer ainda é possível

Com cinco jogos já realizados, referentes à segunda volta do campeonato de Basquetebol do Inatel, a equipa do Grupo Desportivo tem tido uma excelente prestação, vencendo quatro deles e perdendo apenas um.

A única derrota foi no jogo contra a equipa da Domus Rehabita, que se encontra em primeiro lugar da nossa série. O jogo foi jogado com grande intensidade, havendo incerteza no resultado até ao último minuto, com um resultado final de 59 – 52.

Com esta derrota a tarefa de vencer a nossa serie ficou mais complicada, sendo que tudo ainda é possível, mas dependemos dos resultados de terceiros.

Na partida contra o Bobadelense, fizemos um grande jogo do ponto de vista colectivo, resultando num domínio total da nossa parte. Fomos dilatando o marcador e ganhámos de forma clara por 66 – 31.

Veio o jogo contra a RTP, jogo em que a equipa do Grupo Desportivo mostrou uma atitude fantástica perante um adversário muito difícil. Estivemos sempre na liderança do marcador e com a vantagem que conseguimos até ao intervalo, optámos por fazer uma gestão eficaz do ritmo de jogo na segunda parte, controlando o resultado e obtendo mais uma vitória por 37 – 31.

Na quarta jornada desta segunda fase, tivemos pela frente o Miraflores alcançando mais uma vitória. Mais uma vez não foi um jogo nada fácil, mas novamente uma excelente primeira parte, uma defesa forte e a eficácia na concretização dos contra – ataques fizeram toda a diferença no resultado final, em que vencemos 57 – 25.

Na quinta jornada defrontámos a fortíssima equipa do Banco de Portugal. O nosso único e principal objectivo era a vitória, se possível por uma diferença superior a seis pontos, para inverter a derrota imposta na primeira volta por esta equipa.

Conseguimos um dos objectivos que foi a vitória, mas fizemos um grande jogo, mostrando que quantidade não é sinónimo de qualidade. A nossa equipa contava apenas com seis jogadores, enquanto que a do Banco de Portugal tinha o dobro!

Foi um jogo bastante disputado e discutido até ao apito final. Estivemos a maior parte do tempo na frente do resultado mas já perto do final a equipa adversária passou para a frente do marcador. Fomos à luta e invertemos a situação, a 9 segundos do fim ganhávamos por dois pontos! Com a bola em posse da equipa adversária, aplicámos uma defesa ultra eficaz, não deixando concretizar o último lançamento do jogo.

Vencemos por 41 – 39 e a opinião entre os seis “guerreiros” presentes neste jogo foi unânime – “foi das vitórias que mais prazer nos deu, mostrámos carácter, atitude e um excelente espírito de equipa”.

Por Jorge Pacheco, 12-04-2012




Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos