Revista Impressos Quero ser Sócio Área Pessoal Galeria Biblioteca Pesquisa Newsletter

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
 

Página Inicial > Cultural >

imprimir
Caminho de Santiago
De Cebreiro a Santiago de Compostela são 151 km

Fomos sem nunca nos termos perguntado o porquê de nos metermos mais uma vez a caminho. São coisas pessoais que ficam connosco.

Em ano de Jacobeu, este facto não contribuiu em nada com a decisão de fazer ou não o "Caminho", este parece ter-se transformado em algo folclórico, ainda assim, deixando espaço para aqueles que como eu o continuam a percorrer com a mochila ás costas, a pernoitar em albergues como muitos o faziam desde a idade média e ainda o continuam a fazer nos nossos dias.

Percorrendo terras da Galiza desde a fronteira de Castilha Leon, percorremos em 6 etapas, estavam previstas ser 7, cheia de incriveis subidas e descidas , mas com um verde estonteante, com castanheiros de perder de vista, pastos para os animais imensos e algumas histórias de vida inenarráveis que deixam qualquer um tão pequenino, como a história daquela peregrina cega que veio de Maryland nos USA e que vinha sozinha com um cão guia desde Madrid, encontramo-la e falamos com ela. Que história.

Mas o que faz correr as pessoas para Santiago de Compostela ? O Santiago ? Eu acho que é o Caminho que nos leva até uma meta onde se começa e não onde se acaba.

Chegamos cansados, mas alegres por termos chegado na companhia de centenas de peregrinos que como nós se dispõem a fazer o "Caminho" da forma mais primitiva que estes tempos de globalização nos vão permitindo.

Pelo caminho encontramos gente de todos as nacionalidades e culturas, gente que fazia o "Caminho" por motivos religiosos mas outros que o faziam por motivos culturais ou turisticos. Todos têm lugar no "Caminho". Todos deviam experimentar o "Caminho"

Como escreveu o meu amigo poeta José Rui Teixeira:

Sou cristão e nunca me esqueço que sou do Caminho,
mas não para sempre; rumo para Casa, para junto de Deus,
mas foi no Caminho que aprendi o sabor das amoras,
a alegria do mundo.

Percurso pensado:

Cebreiro - Triacastela
Triacastela - Sarria
Sarria - Portomarim
Portomarim - Palas de Rei
Palas de Rei - Arzua
Arzua- O Pino
O Pino - Santiago

Percurso feito:

Cebreiro - Triacastela
Triacastela - Sarria
Sarria - Portomarim
Portomarim - Arzua
Arzua- O Pino
O Pino - Santiago

Talvez um dia marquemos presença numa organização do Grupo Desportivo numa caminhada, peregrinação ou como lhe queiram chamar.

Entretanto se precisarem ou quiserem fazer o "Caminho" e necessitarem de alguma dica é só entrarem em contacto comigo para o mail: jose.alberto.veloso@bancobpi.pt ou por telefone para o 225438464

Por José Veloso, 30 de Dezembro de 2010




Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos