Revista Impressos Quero ser Sócio Área Pessoal Galeria Biblioteca Pesquisa Newsletter

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
 

Página Inicial > Cultural >

imprimir
As nossas obras – azulejo
Uma peça de cerâmica de pouca espessura

O termo «azulejo» designa uma peça de cerâmica de pouca espessura, geralmente quadrada, em que uma das faces é vidrada, resultado da cozedura de um revestimento em regra denominado esmalte, que se torna impermeável e brilhante.

A face vidrada do azulejo pode ser monocromática ou policromática, lisa ou em relevo. É geralmente usado em grande número como elemento associado à arquitectura em revestimento de superfícies interiores ou exteriores, ou como elemento decorativo isolado.

Com diferentes características entre si, este material tornou-se um elemento de construção divulgado em diferentes países, assumindo-se em Portugal como um importante suporte para a expressão artística nacional ao longo de mais de cinco séculos, onde o azulejo se transcende para algo mais do que um simples elemento decorativo de pouco valor intrínseco.

Este material convencional é usado pelo seu baixo custo, pelas suas fortes possibilidades de qualificar esteticamente um edifício de modo prático. De forte sentido cenográfico descritivo e monumental, o azulejo é considerado hoje uma das produções mais originais da cultura portuguesa, onde se dão a conhecer, como num extenso livro ilustrado de grande riqueza cromática, não só a história, mas também a mentalidade e o gosto de cada época.

Por Pilar Batoréu, 22-02-2014





Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos