Pesquisa

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
9
4
0
 

Página Inicial > Espectáculos >

imprimir
A Noite
Primeiro texto (1979) de José Saramago, para Teatro

Na redação de um jornal, em Lisboa, na noite de 24 de Abril de 1974, a rotina vai ser interrompida pela discussão entre o Redator da Província, Manuel Torres, um jornalista de alma e coração que defende a verdade jornalística acima de qualquer outro interesse, com o seu Chefe da Redação, Abílio Valadares, homem submisso ao poder politico, que aceita
a censura aos textos do jornal sem questionar e que conta com o apoio incondicional de Máximo Redondo, o diretor do jornal.

Manuel Torres, que não tolera a ideia do jornal ser constantemente manipulado por terceiros, está em constante luta ideológica com a chefia do jornal. Torres é um idealista que vai lutar para que a verdade volte as páginas do "seu" jornal e terá como aliados Claúdia, uma jovem estagiária, e Jerónimo, o linotipista, chefe do turno da noite.

O conflito ganha uma dimensão ainda mais dramática quando surge na redação o boato de que poderá estar a acontecer uma revolução na rua. O Chefe de Redação proíbe que se publique qualquer notícia sobre o tema.

A agitação e o nervosismo crescem no seio do jornal, com Torres e Jerónimo a exigirem que se confirme a veracidade dos factos e que os mesmos sejam notícia de primeira página no dia seguinte.

Do outro lado da "barricada", o Diretor e o Chefe de Redação tudo fazem para desvalorizar a alegada convulsão social, na certeza de que não irão imprimir notícia alguma, nem que para isso tenham de alegar uma avaria nas máquinas dos linotipistas.

Está instalada uma microrevolução dentro da redação do jornal. A incerteza cresce até que se consiga provar o que poderá estar a acontecer na rua. Mas mesmo depois de provados os factos, qual será a verdade que irá vencer? Haverá alguma notícia na primeira página da edição do dia seguinte?

Ao longo de toda a ação, o contínuo do jornal, Faustino, que sabe mais do que aparenta e tenta manter uma atitude neutra, vai desconstruir alguns dos conflitos vividos na redação. Faustino é coxo de nascença e o seu andar atípico, que lhe dificulta a atarefada profissão de contínuo, visa ironizar sobre o estado do país e a velocidade com que o mesmo avança.

Faustino simboliza o "Zé povinho". Gosta quando o Torres o chama de Fastino que, segundo diz, era a sua alcunha quando "jogava futebol", por ser muito rápido...

Por Maria del Pilar, 24-10-2013

Programa

Ficha Técnica

Adaptação: Paulo Sousa Costa
Encenação: José Carlos Garcia
Direção musical: Paulo Brandão
Interpretação:Fábio Alves, Filipe Crawford, Joana Santos, João Lagarto,
Paulo Pires, Pedro Lima, Samuel Alves, Sofia Sá da Bandeira e Vítor Norte
Produção: Yellow Star Company
Parceiro institucional: Fundação José Saramago

Realização:
7 de Novembro
Ponto de encontro:
Teatro da Trindade
Hora:
16.00h à Quinta e Sexta-feira
21.30h ao Sábado e Domingo
Valor:
Entre 8,00 e 15,00 euros
Sócios, cônjuges e filhos a cargo:
Desconto de 15%, para as sessões de Quinta e Sexta-feira
Desconto de 10% nas sessões de Sábado e Domingo,

Recomendações:
Desconto, com a apresentação do cartão de sócio

Reservas: 93 748 66 01
ou
margaridalourenco@yellowstarcompany.com
Para mais informação contacte:
O Grupo Desportivo
A organização técnica é da responsabilidade de:
Teatro da Trindade

Produção: Yellow Star Company
Ficha de Inscrição (pdf)
Ficha de Inscrição (online)



Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos