Pesquisa

Calendário
Recreativo
Desportivo
Cultural
Férias e Viagens
Vida Associativa
Parceiros
9
0
7
 

Página Inicial > Desportivo >

imprimir
E Monsanto ali tão perto
Um passeio cheio de peripécias

Foi com surpresa que logo no inicio da volta se conheceu o espírito aventureiro de 4 novos participantes que, sem medo, arriscaram sair de casa de bike até Monsanto, dando descanso ao automóvel.

Destaca-se a participação de um aventureiro com uma bicicleta de roda 29 de uma marca especial, que deixou água na boca a alguns participantes, ou talvez só a mim.

Se no primeiro passeio em Monsanto foram privilegiados os trilhos, desta vez os estradões foram reis, com destaque para a subidinha de cerca de 3 km, junto à A5, que obrigou a comentários tipo " bolas esta é dura" ou mesmo "mas isto nunca mais acaba”.

Quando acabou foi tempo de um trilho, só para matar saudades, com algumas poças de água à mistura, no entanto o companheiro da bicicleta especial, de roda 29, parece não se dar muito bem com trilhos, pelo que resolveu partir a corrente da sua especial.

“Pessoal vou para casa a pé”. Foi a afirmação que logo se ouviu. No entanto o a resposta não se fez esperar: “não vais nada que o Grupo Desportivo tem aqui um elo rápido.” Reparada a corrente voltámos aos estradões, no entanto o companheiro da bike especial, queria mesmo ir para casa, pelo que voltou a repetir a gracinha, partindo novamente a corrente. Mais uma vez o Grupo Desportivo salvou a situação, disponibilizando mais um elo rápido, o ultimo, para o arranjo da bicicleta.

Mesmo assim o jovem da especial, não querendo arriscar partir pela 3ª vez a corrente resolveu retirar-se levando com ele um participante para o qual as subidas estavam a ser demasiado duras.

Com as paragens para arranjo da corrente, rapidamente se fizeram horas para a desejada, e prometida, bolachinha. Recuperadas as forças retomámos o passeio, sem percalços adicionais, passando pela zona das universidades, visita aos campos de basket, onde a vista sobre o rio é fantástica, e depois regresso ao ponto de partida.

No final ainda houve tempo para um dos aventureiros, daqueles que veio de casa de bike, furar um pneu. O aventureiro, como todos os aventureiros, não vinha preparado com câmara de ar suplente, mais uma vez o Grupo Desportivo impediu que este participante fosse de táxi para casa, disponibilizando uma câmara de ar.

Foi de facto um passeio cheio de peripécias mecânicas, fica o meu desejo de também experimentar uma bike de roda 29, desde que não seja de marca especial, que essas partem muitas correntes, bem como a vontade de rever estes novos aventureiros nos próximos eventos do Grupo Desportivo.

Por Carlos Morais, 24-01-2012




Apresentação Sobre nós Politica de Privacidade Contactos