Secretaria   Galeria   Pesquisa   Mapa do Site   Contactos
 
ApresentaçãoSobre nósRevistaImpressosAdmissão de Sócio Newsletters

Recreativo
Calendário
Cultura
Desporto
Férias e Viagens
Parceiros
Vida Associativa
 

Página Inicial > Desporto >

imprimir
Aventura de dois dias em bicicleta
Antigas linhas ferroviárias do Dão e do Vouga

Pela primeira vez o Ciclismo do Grupo Desportivo lançou uma aventura de dois dias em duas rodas.

O sucesso desta aventura começou logo pelo número de inscrições, reunindo um total de 12 ciclistas. O desafio era o de percorrer os 140km das antigas linhas ferroviárias do Dão e do Vouga.

A aventura começou pelas 7.30h da manhã de Sábado, com os ciclistas a comparecem na estação de Sta. Apolónia, para embarcar no comboio com destino a Sta. Comba Dão.

As condições climatéricas eram fantásticas e o pelotão começou a rolar pelas 12.00h, com o objectivo de chegar a Viseu. O percurso junto ao vale do Dão levou-nos por paisagens lindíssimas, fazendo-nos esquecer que estávamos a pedalar.

Mas os ciclistas não foram sozinhos, já que tiveram o apoio incansável da equipa de apoio do Grupo Desportivo, Rafael Franco e Rita Meireles, que proporcionou dois fantásticos abastecimentos ao longo do percurso.

Na chegada a Viseu, houve lugar ao merecido descanso e a um valente jantar típico da região, seguido por um concerto ao ar livre do Rodrigo Leão.

Domingo, 8.30h e o pelotão já rolava, deixando Viseu para trás com destino a Vouzela, onde foi feito o primeiro abastecimento. Este foi um dia de puro BTT, sempre fora de estrada, passando por vales, matas, pontes, túneis que ao longo do percurso nos deslumbraram a todos.

Após o primeiro abastecimento, sempre com boa disposição e vontade de pedalar, o almoço foi no antigo apeadeiro de Arcozelo das Maias, após o qual atacámos o último troço do percurso com destino a Sernada do Vouga.

O final não podia ter sido melhor e acabou com um mergulho na praia fluvial do Vouga e algumas minis!

O regresso foi feito de comboio, chegámos às 22.00h e o sorriso nos nossos rostos dizia tudo. Foram mais de 10 horas de puro prazer, a pedalar por aldeias, vilas e locais lindíssimos que o nosso país tem para descobrir.

As histórias ficam para nós, mas podes fazer parte delas, para o ano prometemos voltar, com um novo desafio de pedalar por terras desconhecidas!

Por Rui Costa, 31-05-2017